Eurico Borba, Relexões sobre a Crise Global ......

Sociologia´, Política e Religião

Textos

Reflexões de um velho
Reflexões de um velho


Li uma reflexão interessante e importante.
Pensava, uma velha senhora, que as intenções da sua vida atual
e as esperanças de concretizá-las eram incompatíveis,
pois não haveria mais tempo para realizá-las.
É verdade, é verdade.
Chega um momento da vida que só restam memórias,
pois os sonhos precisam de tempo para se materializarem
em fatos reais, concretos.
A velhice, por definição, é um estado decadente e impotente da vida.
Resta esperar e lembrar
e isto, recordar, dependendo do passado que se viveu,
torna-se cada vez mais, a cada dia que custa a passar,
algo muito difícil de suportar. Minhas memórias são só minhas,
minha maneira de pensar, meus valores morais, minhas experiências de vida,
são minhas e de mais ninguém.
Externá-las, tentando um diálogo, é correr o risco
de quase certo não entendimento, pois são outros os tempos que passam .
O pior é o freqüente afastamento do interlocutor que não tem interesse de ouvir
o que ainda tenho para dizer.
Então fico cada vez mais calado, cultivando minhas preciosidades passadas,
olhando uma flor, uma árvore, o céu com ou sem nuvens,
com ou sem estrelas, enfim a paisagem que houver,
até a parede, com alguns quadros antigos e fotografias esmaecidas, satisfaz.
Lembro, ininterruptamente, o enigmático e universal lindo diálogo da
sonata Kreutzer, o piano e o violino,
sem ter, no entanto, ninguém mais para conversar...
O silencio, conscientemente organizado, passa a ser desejado,
e pode ser confortador, até suportável,
condição e momento apropriados para uma oração...

Eurico de Andrade Neves Borba, Ana Rech novembro de 2013.






Eurico de Andrade Neves Borba
Enviado por Eurico de Andrade Neves Borba em 27/11/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras