Eurico Borba, Relexões sobre a Crise Global ......

Sociologia´, Política e Religião

Textos

O ABORTO


O ABORTO.

Diz a ciência que no momento da fecundação, no instante em que o espermatozoide penetra o óvulo, num ambiente propício para o desenvolvimento da célula que acabou de ser formada, o útero feminino, nove meses depois nascerá uma pessoa, plena de dignidade, de potencialidades e direitos que precisam ser respeitados. Isto não é imposição religiosa é um fato politico e um fato jurídico. Ficar discutindo se a pessoa só surge quando o feto manifestar consciência, ou quando tem seus sistemas vitais definidos é fugir da questão central com falsos e frágeis argumentos. Deixem o óvulo fecundado em paz e um ser humano pleno de dignidade nascerá no tempo devido. Tudo o mais que se disser é argumentação errada para justificar o egoismo irresponsável da mulher grávida tentando justificar um assassinato. Ser contra o aborto é, como já foi dito com sabedoria, "dar voz aos cidadãos e cidadãs que ainda não tem voz...". O mistério da vida humana é sagrado.

Eurico Borba
Eurico de Andrade Neves Borba
Enviado por Eurico de Andrade Neves Borba em 01/12/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras