Eurico Borba, Relexões sobre a Crise Global ......

Sociologia´, Política e Religião

Textos

Universidades Católicas

                          Universidades Católicas

Publicado dia 28/11/2017 no blog Diario do Poder, BrasiliaDF.

Aproximando-se os vestibulares paginas inteiras dos jornais são dedicadas à propaganda das Universidades – uma campanha de marketing onde belas fotos apontam as vantagens e os méritos das instituições de ensino superior. No caso das Universidades Católicas nada é dito sobre a identidade católica das mesmas e a missão prioritária que têm de propagar a mensagem evangélica no mundo do saber, principalmente para uma juventude ansiosa por uma orientação espiritual.
A guarda, a produção e a transmissão de conhecimentos é atividade que exige extrema responsabilidade, cuidado e rigor metodológico para que a busca da Verdade, que é única e está em Deus, possa surgir ou ser pressentida a cada momento histórico com todo o seu esplendor. Com esta perspectiva a Teologia é o apanágio das Universidades Católicas - o coração de uma Universidade Católica está no seu núcleo de Teologia, que deve conviver intelectual e intensamente com alunos, professores e funcionários, num processo de interpenetração permanente.
Os religiosos responsáveis pelas Universidades Católicas no país, não proclamam que elas existem para difundir a fé entre as ciências e formar pessoas com a perspectiva do cristianismo. Se assim procedessem haveria muito mais ex-alunos testemunhando pelos seus trabalhos, exemplos e pronunciamentos, a fé cristã. Não acontece nas Universidades Católicas brasileiras – contentam-se em ser excelentes.
Os Bispos metropolitanos, geralmente, são os Grãos Chanceleres das Universidades Católicas de suas dioceses. Omitem-se e parecem ter receio de exercerem suas missões de mestres da fé com as populações universitárias, que vivem muito bem sem se preocupar com o que pensa a Hierarquia Eclesial. Eles não sabem o que acontece dentro das suas Universidades nem dos colégios católicos. As Igrejas cristãs estão perdendo a batalha da educação e seus esforços não são percebidos como necessárias contribuições para a promoção da liberdade e do bem comum, pelas confusas sociedades contemporâneas.
As igrejas cristãs históricas estão em crise e decadentes, causa maior do caos em que se encontra a Civilização Ocidental. Na Idade Média foram os mosteiros beneditinos como Cassino, Bec, Cluny, que salvaram o saber greco-judaico-cristão possibilitando a Renascença e toda a revolução do saber moderno na Europa que se expandia, à época, para o Novo Mundo. Hoje as Universidades Católicas e as Cristãs em geral, deveriam ser esses mosteiros salvadores do Humanismo Integral, esperança de recuperação deste mundo confuso, afastado de valores éticos, sem saber o que fazer para retomar o caminho da procura da Verdade, da Justiça e da Paz. Um trabalho muito difícil, mas que precisa ser feito se quisermos salvar a humanidade da tragédia ambiental e humana para a qual está se encaminhando.

Eurico de Andrade Neves Borba

Aposentado, 77, ex-professor PUC RIO, ex-Presidente do IBGE, mora em Caxias do Sul, RS.
Eurico de Andrade Neves Borba
Enviado por Eurico de Andrade Neves Borba em 13/12/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras