Eurico Borba, Relexões sobre a Crise Global ......

Sociologia´, Política e Religião

Textos

A esperança que nos resta


O pessoal que trabalha, a classe média, (aquela maior parcela da população que trabalha, que forma, pelo estilo de vida que adota, a personalidade de uma nação - como nós somos, vivemos e sonhamos). Essas pessoas chegam em casa cansados, jantam, ligam a televisão para ouvir algumas noticias e divertir-se, antes de dormir, com um jogo, uma novela ou um filme. Os comentários políticos apresentados, sobre as próximas eleições, decisivas para o nosso Brasil, são de um primarismo inaceitável - não informam, não explicam o que está acontecendo. Ódios são consolidados, alternativas falsas são apresentadas, um processo democrático mentiroso é oferecido para que todos fiquem tranquilos, sentido-se cidadãos participantes da farsa eleitoral. Acredito que vai ser uma surpresa anárquica os resultados da votação: um mesmo Congresso Nacional povoado de cretinos e no Poder Executivo idiotas irresponsáveis conduzindo o Brasil para o caos.
Os jornalistas precisam ter a consciência de que, nos próximos quarenta dias estarão investidos de uma responsabilidade histórica que não sei se para tanto estão capacitados. Ou eles esclarecem o que está realmente acontecendo - a permanência do mal, da corrupção sistêmica, da política nojenta dos interesses pessoais - mesmo que tenham de se rebelar contra seus patrões, ou este país vai para uma conflagração sangrenta à procura de uma revolução redentora que não se sabe qual será.
Não percam a necessária serenidade pois, nós o povo, estamos sozinhos. Escolham os melhores candidatos e votem, é o que nos resta.
Vamos eleger gente nova, não os que estão aí para permanecerem nos seus lugares - criaram leis e financiamentos para atender aos que já estão no poder, não para ajudar na renovação que se faz necessária. Os melhores são os honestos, os que trabalham para viver tendo uma profissão, os que são competentes no que fazem, os que são leais aos seus princípios morais, os patriotas. Conversem com seus parentes, amigos e vizinhos, façam alguma coisa - não fiquem parados esperando um milagre que não virá. Vamos cultivar esta ultima esperança e vamos votar bem.
Eurico de Andrade Neves Borba
Enviado por Eurico de Andrade Neves Borba em 27/08/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras